Ir para o conteúdo

Ir para o conteúdo

São Lourenço do Sul - RS
Acompanhe-nos:
Youtube
Facebook
Twitter
Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
14
14 MAI 2020
EDUCAÇÃO, CULTURA E DESPORTO
Conheça os jurados do 6º Festimúsica

Cinco artistas lourencianos serão os responsáveis por selecionar as composições classificadas e também definir as vencedoras do 6º Festimúsica, que terá versão online devido a pandemia de coronavírus.

As inscrições estão abertas e podem ser feitas até o dia 20 de maio, preenchendo a ficha disponível abaixo e enviando-a para o e-mail casa.culturasls@gmail.com junto com duas músicas de autoria própria ou não. Os jurados Cibéli Specht, Danilo Kuhn, Gregory Weiss Costa, Miguel Lima e Carlos Rodrigo Uarth realizarão a triagem para a definição de dez finalistas na categoria Autoral (músicas inéditas criadas pelo próprio músico/grupo) e dez na categoria Versão (músicas já conhecidas do público, composta por determinado artista e que é executada reproduzindo a canção de forma fiel a gravação original).

A divulgação das finalistas será no dia 25 de maio. Depois, elas deverão ser enviadas em versão vídeo para a comissão organizadora até 05 de junho. Os vídeos serão publicados no Facebook do Município no dia 08 de junho, ficando disponíveis para votação da Canção Mais Popular através de curtidas até às 12h do dia 12 de junho. Os jurados também farão avaliação dos vídeos para a definição das campeãs nas duas categorias, com primeiro, segundo e terceiro lugar e melhor instrumentista. A premiação será com troféus e certificados.

Informações podem ser obtidas na Coordenadoria de Cultura, pelo número 3251-9538, de segunda a sexta-feira das 8h às 12h.

 

Conheça os currículos dos jurados

Cibéli Specht

CibéliOriunda de uma família de músicos, fez parte da banda infantil “Os Curumins”, onde as próprias crianças tangiam seus instrumentos e mostravam, com um repertório variado, talentos que até hoje se dedicam aos palcos e a arte. Após descobrir sua verdadeira vocação vocal, estudou teoria, solfejo e canto lírico com uma das mestras sopranos brasileiras, Teresinha Röhrig.

Dona de uma voz marcante, encorpada e com alcance agudo notável, Cibéli fez parte de vários corais universitários, bem como de igrejas. Estudou teatro no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-riograndense e fez faculdade de Artes Visuais na Universidade Federal de Pelotas – UFPel.

Por ter grande afinidade com as letras em forma de arte, é compositora e letrista de dezenas de músicas, muitas delas premiadas e vencedoras em festivais conhecidos, tais como:

Festival Íbero Americano de música (Portugal);

Musiurg de Rio Grande;

Feira Bi Nacional de livros Brasil/Uruguai;

Festival de Música independente de São Valentim;

Programa Sonora - Rádio Atlântida;

Festival Terra Brasilis de Punta Del Este – Uruguai;

Festival de Talentos - São Lourenço do Sul

 

Danilo Kuhn

Danilo KuhnMúsico, poeta, escritor, professor e pesquisador, Danilo Kuhn é graduado em Licenciatura em Artes – Habilitação em Música pela UFPel, Pós-Graduado em Ensino de Inglês e Espanhol, Mestre em Composição Musical e Doutor em Memória Social e Patrimônio Cultural. Foi professor de Educação Artística na EMEF Germano Hübner, Coordenador Pedagógico Municipal de Artes, Professor Substituto de Música na UFPel e de Política e Produção Cultural na UNIPAMPA. Possui uma escola de música em São Lourenço do Sul e trabalha com corais e grupos instrumentais. Possui três livros de poemas, crônicas e contos lançados, um CD de músicas nativistas autorais, e participa de festivais de música nativista desde 2001 e de festivais de poesia gaúcha desde 2008, como instrumentista, compositor, poeta e amadrinhador, contabilizado mais de 200 participações e várias premiações. Para além da música nativista, participou de grupos musicais de estilos vários, como o grupo de MPB Musicomania (violão), a Orquestra da Sociedade Música Pela Música de Pelotas (violino), a bandinha Musical Boa Esperança (bandoneon), e a banda de rock Flor de Lótus (contrabaixo), além de ter fundado duas bandas de rock que tocavam suas composições autorais, a Ponto de Vista e a Verve.

 

Gregory Weiss Costa

GregoryÉ professor, jornalista e consultor linguístico-textual, com especialização em Educação pela PUCRS e Mestrado em Linguística Aplicada pela UCPel. Trabalha com Língua Portuguesa, Redação e Inglês em cursos preparatórios para ENEM e Concursos Públicos, Escolas de Ensino Médio, além de ministrar oficinas e prestar consultorias para empresas privadas na área de linguagem, comunicação e escrita. 
Também tem formação em Gastronomia pelo SENAC-Pelotas. Entretanto, apesar da atuação profissional, a música – assim como a gastronomia – é sua paixão por essência, objeto de consumo, dedicação e apreciação paralela e constante na sua vida. Tocou bateria em inúmeras bandas de São Lourenço do Sul e Pelotas, e quando questionado sobre um sonho irrealizado, assume com bom humor que seu projeto de ser um rock star não deu muito certo. Ainda.  

 

 

 

Miguel Lima

Miguel LimaO cantor e compositor Miguel Lima, trabalha na música, no estilo pop, tendo influências do reggae e também do rap.

Alguns trabalhos já realizados: 

Já cantou com o cantor e compositor Vitor Kley

Duas de suas músicas tocam na Rádio Atlântida

Já foi selecionado para um workshop no estúdio Midas em São Paulo, do produtor Rick Bonadio

Teve dois clipes transmitidos no canal Play TV, da Sky, para todo o Brasil

Já venceu uma votação online, para participar de um festival nacional de música em Pelotas, o Facool Festival. O público escolheria pela internet, qual banda local participaria do festival que já tinha em sua line: Armandinho, Vera Loca, Vitor Kley, Cachorro Grande, Tenente Cascavel, entre outras. A Miguel Lima & Banda venceu a votação com mais de 3000 votos.

 

Carlos Rodrigo Uarth

Rodrigo UarthÉ natural de São Lourenço do Sul e começou sua experiência musical aos 7 anos de idade quando ganhou de seus pais sua primeira guitarra. Filho de gaiteiro, desde muito novo frequentou cursos de aprendizado musical onde obteve um grande incentivo de seus pais e professores.

Aos 11 anos de idade, junto de seu irmão, compôs e interpretou a música “Rancho” que participou do 1° Festimúsica no ano de 1990, a qual foi premiada com o 3° lugar do festival.

Em 1999, junto de sua família, fundou a banda Estação5, a qual gravou três CDs e ganhou destaque nas rádios e casas de festas no Sul do país. Em sua trajetória a banda dividiu palco com nomes consagrados da música como, Os Serranos, Tchê Garotos, Tchê Barbaridade, Oswaldir e Carlos Magrão, Cezar Oliveira e Rogério Mello, Elton Saldanha, Luiz Marenco e tantos outros.

Instrumentista e intérprete presente nos festivais do Estado, como o Reponte da Canção, Pérola em Canto, Terra e Cor e tantos outros.

Fonte: DECOM
img_rodape_local
Rua Coronel Alfredo Born, nº 202 - Centro - CEP: 96170-000
img_rodape_atend
Segunda a Sexta-feira das 08:00h às 14:00h
logo_rodape
Informativos da Prefeitura Cadastre-se para receber as novidades da Prefeitura
Acompanhe
Seta
Copyright Instar - 2006-2020. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia