Ir para o conteúdo

Ir para o conteúdo

São Lourenço do Sul - RS
Acompanhe-nos:
Youtube
Facebook
Twitter
Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JAN
28
28 JAN 2020
EDUCAÇÃO, CULTURA E DESPORTO
Município passará a manter a Escola Maximiliano Strauss

A comunidade do Boqueirão participou na noite da segunda-feira (27), de uma audiência pública para discutir a alteração de mantença da Escola Estadual de Ensino Fundamental Padre Maximiliano Strauss. O objetivo é que o Município assuma a Escola que tem grande estrutura, mas encontra-se com poucos alunos devido a redução da taxa de natalidade, funcionando apenas em um turno.

A diretora do Departamento de Articulação com os Municípios da Secretaria Estadual de Educação, Virgínia Bobsin Tietbohl, falou sobre a legislação para alteração de mantença, explicando que permanecem os servidores e professores na Escola, os bens, alunos e é feita cessão do prédio ao Município. Após um ano de exercício transitório, os professores podem permanecer em regime de cedência do Estado ao Município ou pedirem transferência para outra escola. “Estou feliz porque esta é mais um escola que não vamos deixar fechar”, disse ela, referindo-se ao que tem acontecido em vários outros educandários do Estado que tem redução de alunos.

O prefeito Rudinei Härter falou da preocupação com a possibilidade de um futuro fechamento da Escola, ao mesmo tempo em que o Município necessita de uma nova escola polo. Com a alteração de mantença, o Município transferirá alunos de escolas multisseriadas para a Maximiliano Strauss. Com isso, a Escola ganha mais alunos e volta a funcionar em dois turnos e os alunos das multisseriadas que tem um professor para todos os anos juntos, passam a ter turmas e professor conforme o ano. “Uma das nossas preocupações é justamente a qualidade do ensino. Queremos que os alunos tenham total aproveitamento do dia na escola com um professor para cada ano”, explicou o prefeito, ressaltando que, com uma turma para cada ano, os alunos tem maior rendimento escolar e os professores podem desenvolver melhor seu trabalho, sem ter que atender estudantes de vários anos a mesmo tempo. Härter também explicou que os professores do estado são convidados a permanecer na Escola, que a direção permanecerá a mesma e que os professores das multisseriadas também atuarão na Maximiliano Strauss, conforme a necessidade.

A audiência contou também com a participação da professora Lucia Regina Pereira da Assessoria Pedagógica Quilombola da Secretaria Estadual. Ela falou sobre o Plano Estadual de Educação Quilombola e Relações Étnico-raciais. Há expectativa de, com trabalho conjunto do Estado e do Município, tornar a Escola Maximiliano Strauss uma referência estadual em educação étnico-racial, já que atende a moradores de quilombos e receberá alunos de uma escola multisseriada que fica em quilombo. Também está sendo feito um levantamento da demanda por Educação Infantil para que a Escola Maximiliano Strauss tenha pelo menos uma turma para atender aos pequenos estudantes da pré-escola.

A audiência contou ainda com a participação da secretária municipal de Educação, Cultura e Desporto, Michele de Moraes Roveré, da coordenara regional de Educação (5ª CRE), Alice Maria Szezepanski e assessores da Coordenadoria Regional de Educação e da Secretaria Estadual de Educação, além da coordenadora pedagógica da Secretaria Municipal, Fátima Armesto, professores e direção da Escola Maximiliano Strauss, pais e alunos.

img_rodape_local
Rua Coronel Alfredo Born, nº 202 - Centro - CEP: 96170-000
img_rodape_atend
Segunda a Sexta-feira das 08:00h às 14:00h
logo_rodape
Informativos da Prefeitura Cadastre-se para receber as novidades da Prefeitura
Acompanhe
Seta
Copyright Instar - 2006-2020. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia