São Lourenço do Sul será rede preceptora em atenção básica na área de saúde mental

São Lourenço do Sul é o único município gaúcho selecionado em um edital do Ministério da Saúde como rede preceptora em atenção básica na área de saúde mental. Na segunda-feira (22), o município recebeu a representante da coordenação geral de saúde mental, álcool e outras drogas – CGMAD do Ministério da Saúde, Taia Duarte Mota, e profissionais de Mucuri, na Bahia, Bela Vista de Goiás, em Goiás, Cláudio, de Minas Gerais, Maravilha, de Santa Catarina, e Barra de Santa Rosa, na Paraíba.

Durante 10 meses, São Lourenço do Sul receberá uma dupla de cada um destes municípios, que estarão conhecendo a rede de atenção básica na área da saúde mental, promovendo um intercâmbio e troca de experiências.

O prefeito Daniel Raupp, que com o Gabinete Itinerante está atendendo na Secretaria Municipal de Saúde, participou de uma reunião com os profissionais e a representante do Ministério da Saúde na tarde de segunda-feira (22). O chefe do executivo dialogou com os profissionais e destacou a importância da iniciativa. “Essa troca de experiências é muito interessante, conhecer a realidade de outros municípios, as iniciativas que são inovadoras, as práticas de sucesso” – afirma.

Raupp também falou sobre as ações da Administração Municipal, os investimentos em qualificação do atendimento e em infraestrutura. O prefeito também respondeu questionamentos dos profissionais, acompanhado pelo secretário municipal de Saúde, Arilson Cardoso.

Em seguida, Raupp visitou as instalações do Programa Primeira Infância Melhor (PIM). O prefeito conversou com as servidoras, que apresentaram suas funções e sobre a importância da ação. O PIM realiza visitas domiciliares pré-agendadas a cada uma das gestantes e crianças cadastradas. As visitas são realizadas de terça à sexta-feira, e tem aproximadamente 50 minutos de duração, e tem como objetivo a interação com a família, destacando e potencializando sua capacidade de ensino e afeto com a criança.