Começam as obras da UTI da Santa Casa de Misericórdia

Uma das obras mais aguardadas pelos lourencianos, a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) da Santa Casa de Misericórdia começa a ganhar forma a partir desta sexta-feira (24). Pela manhã, o prefeito Daniel Raupp, acompanhado pelo presidente da Santa Casa de Misericórdia, José Ney Lamas, e o secretário municipal de Saúde, Arilson Cardoso, descerraram a placa simbolizando o início das obras da UTI, que será instalada sobre o prédio que abriga o Pronto-Atendimento do hospital local. A solenidade faz parte de uma série de atividades comemorativas ao aniversário de 131 anos de emancipação política do município.

A obra será executada pelos funcionários da equipe de manutenção da Santa Casa de Misericórdia. Os recursos para a construção do prédio são do Fundo Estadual de Saúde, assegurados pelo Governo do Estado, na gestão de Tarso Genro. Estão sendo investidos R$ 1.093.930,00 (um milhão noventa e três mil novecentos e trinta reais).

A obra compreende uma área construída de 618,55m² e uma área de intervenção de 710,20m². Para instalação da UTI serão construídos 507,86m². Está prevista a construção de uma sala de espera para acompanhantes e visitantes; sanitário público para portadores de necessidades especiais; secretaria; área coletiva para tratamento, com capacidade para 10 leitos, sendo dois com isolamento e banheiro em anexo; posto de enfermagem e prescrição médica; sala de serviços; sala de estudos; área para plantonistas e equipe técnica com sanitário e vestiário exclusivos; copa; rouparia; dependência de medicamentos, materiais e equipamentos; e sala de utilidades. A área complementar a ser construída é de 110,69m², que prevê sala de reuniões, cursos e atividades com sanitários em anexo. A área existente que sofrerá intervenção é de 91,65m², para instalação de recepção, entrevista (serviço social), e circulação.

Segundo o presidente da Santa Casa de Misericórdia, José Ney Lamas, a construção de da área física da UTI em São Lourenço do Sul permitirá que os pacientes lourencianos não tenham que se deslocar a outros municípios para acessar o serviço. “A importância desta obra é de conhecimento geral. Desta forma a Santa Casa de Misericórdia não precisará mais mandar pacientes para outros municípios, que muitas vezes encontram dificuldades para serem atendidos, por que a demanda é muito maior que a oferta” – explica. Lamas anunciou sua satisfação em dar início a obra e agradeceu à Administração Municipal e ao Governo do Estado, que possibilitaram a sua execução.

O secretário municipal de Saúde, Arilson Cardoso, destacou a parceria com a Santa Casa de Misericórdia e também com os gestores da área da saúde de outros municípios da região, que possibilitaram as condições para que fosse conquistada a UTI. Ele afirma que a gestão de Tarso Genro teve um olhar diferenciado, que permitiu que se instalasse uma UTI – um serviço de alta complexidade e que envolve custos maiores – em um município com menor número de habitantes, fora dos grandes centros urbanos. “São Lourenço do Sul tem um sistema de atenção básica à saúde bem estruturado, com uma altíssima cobertura na Estratégia de Saúde da Família, assim como um hospital qualificado, que é referência em urgência e emergência. Nossa atenção básica é conhecida pelo seu caráter resolutivo” – destaca.

Cardoso explica a importância da construção da UTI para atrair mais serviços especializados. “Com a UTI será possível investir em serviços especializados, fornecer as condições, a infraestrutura, os equipamentos e tecnologia para que possamos atrair profissionais especialistas” – argumenta. “Quando o município possui uma UTI, ele não limita o trabalho do médico ao consultório. É possível que o profissional cresça, que possa fazer outros procedimentos” – afirma. O secretário relata ainda a agilidade da Câmara de Vereadores, que compreendeu a importância do investimento e aprovou o convênio de repasse de verba, possibilitando mais rapidez na execução do projeto. “A construção da UTI em São Lourenço do Sul é um passo muito importante para qualificar o nosso hospital e a rede de atendimento à saúde do município. É uma ação fundamental para encarar nossos futuros desafios” – conclui.

Para o prefeito Daniel Raupp, o início das obras é a realização de um sonho, fruto de muito trabalho, planejamento e de parcerias, com a comunidade lourenciana, a Santa Casa de Misericórdia e o Governo do Estado. Raupp salienta o projeto como o ponto de partida para avançar na área da média e alta complexidade. “Os lourencianos tem mais um motivo para se orgulhar. São Lourenço do Sul conta com mais um serviço de importância fundamental que faz a diferença na vida das pessoas. Somos um dos pouquíssimos municípios com Corpo de Bombeiros. O Posto de Identificação do IGP permite que os lourencianos não precisem se deslocar para outros municípios para ter a carteira de identidade. A UTI é uma conquista fundamental para avançarmos com eficiência na área da saúde” – destaca.

O prefeito lembrou ainda os principais investimentos em saúde no município, como a inauguração do pronto-atendimento, a implantação do SAMU, os leitos psiquiátricos, a qualificação da rede de atenção básica com a construção, reforma e ampliação das Unidades Básicas de Saúde, e o Centro de Especialidades Odontológicas.

Parceria possibilita atendimento em pneumologia

A parceria entre a Prefeitura – Secretaria Municipal de Saúde e a Santa Casa de Misericórdia tem resultado em melhorias para a comunidade lourenciana. A partir do dia 28 de abril, o médico pneumologista Fábio Jepsen começará a atender pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Serão realizadas 10 consultas semanais, com atendimento aos pacientes sempre às terças-feiras. Além das consultas, o médico também passará a fazer exame de espirometria pelo SUS em breve. Jepsen também faz parte da equipe do plantão do Pronto Atendimento.